Roupas no Tempo de Jesus

Tempo de leitura: 2 minutos

Roupas no tempo de Jesus

 As Roupas no tempos de Jesus, em especial a dos homens que viviam nesta época, eram basicamente três.  Sandália, Túnica e Manto.

Roupas Masculina, Você Sabia?I – Sandália

As pessoas pobres , geralmente andavam descalço, mas, havia aqueles que usavam sandália e geralmente simples.

As sandálias eram feitas de madeira ou couro de camelos,  cortado na forma do pé.

E ligada ao pé por uma tira comprida que passava através da sola,

entre o dedo maior e o segundo dedo do pé, e era amarrada ao redor do tornozelo, (Lc 3.16).

II – As Túnicas

Alguma forma de cobertura para a cabeça também era necessária. Havia pequenas variações nos padrões durante o período bíblico.

Paulo usava a túnica presa na cintura por um cinto.  Jesus foi crucificado usando apenas uma tanga,

Porque os soldados já haviam removido sua túnica (Jo 19:23).

Provavelmente debaixo da túnica usava-se uma tanga ou um saiote.

Elas eram essenciais, eram feitas de dois pedaços de pano, as túnicas eram como um saco,

havia uma abertura em forma de V para colocar a cabeça, cortes eram feitos na sua lateral para colocar os braços.

Geralmente era vendida sem a abertura V para provar que realmente era nova;

O material era de lã, Linho, algodão, pano de saco, e algumas vezes de couro de cabra

O que a deixava a peça bastante desconfortável por causarem irritação na pele. Mas eram solicitadas para o luto ou o arrependimento.

III – O Manto

O manto era usado quando o seu dono era suficientemente rico ou quando o frio exigia, Nem todos poderiam tê-lo.

Ele era usado por cima da capa. O manto era a única forma de proteção para muitos.

As vezes os mantos, eram recebidos como um penhor de um empréstimo,

Deveria ser devolvido ao seu dono antes de anoitecer, para protege-lo da friagem da noite (Êx 22:26-27).

Devido a sua enorme importância, jamais um tribunal judeu o daria o manto de alguém a outrem pessoa como recompensa.

Veja Outras Curiosidades Bíblicas Aqui

 

 

Deixe seu comentário